The Architecture Lab - Research Center  LabART, is based and has its headquarter in the Lisbon campus of Lusófona University of Humanities and Technologies (ULHT) Building “U” and presents a regional chamber in Oporto at Universidade Lusófona do Porto (ULP).
As a unit of research and development (R&D) LabART is functionally subordinate to the Lusófona Office of Research and Development (ILIND) and financially and administratively to the Cooperativa de Formação e Animação Cultural CrL. (Cofac ), the founding entity.
The  LabART's strategic objective is to develop and promote scientific research in the field of architecture, in close cooperation with the Departments of Architecture and other departments in the COFAC - Lusófona Group.
LabART members join the legal status, established by the Statute of the Research Career, Decreto-Lei 124/99, and are organized according to three categories designated by the units of research and development of the Foundation for Science and Technology (FCT). They can be integrated members, ordinary members and collaborators.
LabART Integrated members are exclusively in this research institution and hold a doctoral degree, according to the categories of database FCT / MCES. Ordinary members belong exclusively to this research institution, but do not yet have a doctoral degree, thus missing the reference table in the FCT. Collaborators of LabART are integrated members of another institution of research and development of recognized competence, and the total percentage of time to research in the different institutions can never exceed 100 %.
LabART members ( integrated and ordinary ) benefit from human, technical and financial resources available, according to the contract, observed by law, that fulfill the strategy and vision of  LabART.
LabART is organically structured as follows:
a. A Scientific Committee that holds all the integrated  researchers of LabART;
b. A Scientific Board for Innovation and Technology, composed of two integrated researchers elected by the Scientific Committee;
c. One General Director;
d. A Steering Committee, holding the General Director, the Scientific Board and the Directors of the Regional Sections;
e. An External Monitoring Committee, composed by a minimum of three and a maximum of five internationally acknowledge researchers.
The rules associated with these functions are described in detail in the LabART Statutes Regulation.  LabART holds its own equipment and facilities specifically assigned by Cofac to pursue its aims.
In a very concise summary, the general objectives of LabART are: development, promotion, supervision and dissemination of research in the field of architecture; The provision of services to civil society -in public or private, national or international sectors - in scientific and technological research, as well as the contribution to the development of excellence in scientific research through, both, the development of critical mass and the promotion of recognized networks of national and international excellence in research.
The Laboratory has its own space located at the Lusófona University Campus in the U building, composed of a "work island” for a minimum of six researchers in residence, an office for the Steering Committee and a meeting room shared with other R&D centers of the Lusófona Group. The facilities have the necessary work infrastructure, including a server, an intranet with internet connection and printers, as well as all amenities such as a dining room, toilets, etc. 
Still, LabART has two laboratories for training and digital fabrication and a workshop to work models and prototypes in larger scale.
O Laboratório de Arquitectura - Centro de Estudos (LabART), tem sede e domicílio em Lisboa, no Edifício U do Campus da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) e apresenta uma secção regional no Porto, na Universidade Lusófona do Porto (ULP).
Enquanto unidade de investigação e desenvolvimento (I&D) em arquitectura, está funcionalmente subordinada ao Instituto Lusófono de Investigação e Desenvolvimento (ILIND) e financeira e administrativamente à Cooperativa de Animação e Formação Cultural, CrL (Cofac), a entidade instituidora.
O LabART tem como objectivo estratégico desenvolver e divulgar a investigação científica no domínio da Arquitectura, em estreita cooperação com os Departamentos e Cursos de Arquitectura das diversas instituições de ensino do Grupo Lusófona.
Os titulares do LabART usufruem do regime jurídico estabelecido pelo Estatuto da Carreira de Investigação, Decreto-Lei 124/99, e organizam-se em três categorias de acordo com a nomenclatura para unidades de investigação e desenvolvimento da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), nomeadamente: membros integrados; membros ordinários; e colaboradores. Os membros integrados do LabART são aqueles que integram esta unidade apenas e exclusivamente nesta instituição de investigação e detêm o grau de doutor, de acordo com as categorias da base de dados da FCT/MCTES, correspondendo a membros que reúnam as condições definidas pela FCT para se registarem nesta categoria. Os membros ordinários são aqueles que integram esta unidade apenas e exclusivamente nesta instituição de investigação, mas não possuem ainda o grau de doutor, não cumprindo assim  a tabela de referência da FCT. Os colaboradores do LabART são aqueles que o integram enquanto membros integrados de uma outra instituição de investigação e desenvolvimento de reconhecida idoneidade, sendo que a percentagem total de dedicação à investigação nas diferentes instituições nunca deverá ultrapassar os 100%.
Os membros do LabART (integrados e ordinários) beneficiam dos meios humanos, técnicos e financeiros disponíveis, comprometendo-se a observar os estatutos e a cumprir a estratégia e visão do LabART.
O LabART estrutura-se organicamente do seguinte modo:
a. Conselho Científico composto por todos os membros integrados do LabART;
b. Direcção Científica para a Inovação e Tecnologia, composta por dois membros integrados, eleitos em Conselho Científico;
c. Director Geral;
d. Comissão Directiva, constituída pelo Director Geral, pela Direcção Científica e pelos Directores da Secções Regionais;
e. Comissão Externa de Acompanhamento, composta por um mínimo de três e um máximo de cinco investigadores de reputação internacional.
As obrigações associadas a estas funções são descritas detalhadamente nos Estatutos do LabART.
Dispõe de instalações e equipamentos próprios especificamente atribuídos pela Cofac de molde a poder prosseguir os seus fins.
A estrutura de investigação do LabART foi recentemente alterada e passou a contemplar quatro grupos de investigação:
- Tecnologias Avançadas em Arquitectura - Advanced Architectural Technologies (AVATECH)
- Processos Construtivos em Arquitectura - Architectural Construction Processes
- Percepção e Comunicação em Arquitectura - Perception and communication in architecture (MEDIA and ART STUDIES)
- Estudos do espaço urbano - Studies on Urban Space
De um modo muito sintético os objectivos gerais do LabART passam pelo desenvolvimento, promoção, enquadramento e disseminação da investigação no domínio da arquitectura. A prestação de serviços à sociedade civil - entidades públicas ou privadas, nacionais ou internacionais - no âmbito da investigação científica e tecnológica, bem como a sua contribuição para o desenvolvimento da excelência da investigação científica através, quer do desenvolvimento da massa crítica, quer da promoção de redes de investigação nacionais e internacionais de excelência são outros dos seus objectivos.
O Laboratório tem um espaço próprio situado no edifício U do Campus da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, composto por uma “ilha” para um mínimo de seis investigadores em permanência, um gabinete para  a Comissão Directiva e uma sala de reuniões partilhada com outros centros do grupo Lusófona. As instalações possuem todas as infraestruturas de trabalho necessárias, nomeadamente um servidor, uma intranet própria com ligação à internet e a impressoras, bem como todas as comodidades, como sala de refeições, instalações sanitárias, etc. Ainda possui dois laboratórios de formação e fabricação digital e uma oficina mecânica para trabalhos de maior escala no edifício G do campus Universitário.
ABOUT LabART
Contactos
geral@labartresearch.com     
Campo Grande, 376 1749 - 024 Lisboa |Tel.: 217 515 500 Fax.: 217 577 006   

Copyright ©2011  LABART - jms
General Director
João Manuel Barbosa Menezes de Sequeira, PhD

Direction of the North Section
Maria da Graça R. C. Ragazzi, PhD

Scientific Committee (only integrated members)
• Ana Cristina Raposo Freire Bordalo Ramos Preto
• André Ricardo de Brito Caiado
• António José Marques Vieira de Santa-Rita
• Carlos Vieira de Faria
• Edite Maria Figueiredo e Rosa
• Fernando da Fonseca Cruz
• Hugo Philippe Herrenschmidt da Nazareth   
   F.Cerqueira
• João Manuel Barbosa Menezes de Sequeira
• Maria da Graça Ribeiro Correia Ragazzi
• Maria Inês Mendes Rodrigues de Macedo Cabral
• Maria Luísa Alves de Paiva Menezes de Sequeira
• Patrícia Alexandra Dias Santos Pedrosa
• Pedro Carlos Bobone Ressano Garcia
• Vasco Maria Tavela de Sousa Santos Pinheiro

Ordinary Members
• André Baptista Espinho
• Bernardo de Castro Norton Vaz Pinto
• Catarina Rodrigues Pinto
• Filipe Joel Gomes Afonso
• Isabel Cristina Miranda Barbas
• Kirill de Lancastre Jedenov
• Levi Maia DaCosta Virott
• Luís Manuel Morgado Santiago Baptista
• Marcelo Cláudio de Menescal Sousa Dantas
• Nuno Bernardo Griff Ferreira Martins
• Nuno Eduardo de Távora Miranda Gomes da Silva
• Nuno Paulo Rei Carrolo
• Tiago Vitorino de Sousa Braga Queiróz

Collaborators
• Alberto Flávio Monteiro Lopes
• Dulce Moreno Marques de Almeida
• Eliana Pereira de Sousa Santos
• José Manuel dos Santos Gigante
• Jorge Virgílio Rodrigues Mealha Costa
• Ligia Paula Simões Esteves Nunes Pereira da Silva
• Margarida Helena de La Féria Valla
• Marta Coelho de Macedo
• Maria João Pereira de Matos
• Maria Rita Pais Abreu de Almeida
• Rui Ramalhete Moutinho Furtado
External Monitoring Scientific Committee

Prof. Dr. Arch Johan De Walsche - Associated Professor Architectural Design - Faculty of Design Sciences - University of Antwerp (Belgium) |
Prof. Dr. Arch Johan Verbeke - Professor at Aarhus School of Architecture (Denmark) - KU Leuven, Faculty of Architecture Sint-Lucas (Belgium); and adjunct-professor at RMIT (Australia) |
Prof. Dr. Arch Murray Fraser - Professor of Architecture and Global Culture - Vice-Dean of Research - Bartlett Faculty of the Built Environment (UK) |
Prof. Dr. Arch Neil Spiller - Dean of School of Architecture & Construction - University of Greenwich (UK) |
Prof. Dr. Arch Oya Atalay Franck - Head of the Architecture at the Department of Architecture, Civil Engineering and Design - University of Applied Sciences Zurich in Winterthur ZHAW (Switzerland) |
Prof. Dr. Arch Urs Hirschberg - Vice-Dean Faculty of Architecture - Director TU Graz Field of Expertise Sustainable Systems - Director Institute of Architecture and Media (IAM) - Graz University of Technology (Austria) |  


LabART is registered in FCT under de nr 4494